Uma pessoa pode receber cabelo de outra pessoa?

Uma pessoa pode receber cabelo de outra pessoa?Hoje em dia, uma das técnicas utilizadas para resolver problemas graves de calvície é o transplante capilar, também chamado de implante capilar. A técnica consiste na retirada de uma parte do couro cabeludo em que não haja o código genético para o problema da queda de cabelos e seu enxerto na área prejudicada.

 

 Doadores de órgão, doadores de cabelos

 

Teoricamente, seria possível receber cabelos de outra pessoa. No entanto, isso não é aconselhável, pois, ao receber um órgão de uma pessoa, o risco de rejeição é muito grande. Para evitar isso, seria necessário o uso de medicamentos – que são caros e agressivos ao couro cabeludo -, além de outros cuidados a mais.

Pelo transplante capilar ser uma cirurgia considerada de fins estéticos, esse cuidado proveniente do recebimento dos cabelos de outra pessoa não é indicado. Seria excessivamente trabalhoso para um resultado que pode ser encontrado de outras maneiras, mais fáceis. O recebimento de um órgão faz a cirurgia valer a pena, pois é algo que pode salvar a vida de uma pessoa, o que não é o caso dos cabelos.

 

Polêmica: implante x transplante

 

Apesar do nome transplante capilar ser o mais indicado, os dois são aceitáveis, pois nenhum está completamente certo. A palavra implante implica na colocação de fios no couro cabeludo danificado, assim como o transplante. No entanto, no implante os fios seriam artificiais, ou seja, o material é sintético.

A palavra transplante, por sua vez, consiste na ideia de transplantar de uma pessoa (ou região) para outra. Quando pensamos no sentido de “uma pessoa para outra”, a ideia de transplante capilar torna-se errada, pois, apesar de ser possível na teoria, não é uma técnica utilizada

Nenhum Comentário Permalink

Say something

Your email address will not be published. Required fields are marked with a grey bar.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>